You are currently viewing CRP/MS articula divulgação da psicologia no sistema prisional para acadêmicos

CRP/MS articula divulgação da psicologia no sistema prisional para acadêmicos

A atuação do profissional de psicologia dentro do sistema prisional foi tema de reunião realizada em agosto entre o Núcleo de Sistema Prisional, da Comissão de Direitos Humanos do CRP 14 (Conselho Regional de Psicologia de MS) e representantes dos cursos de Psicologia de Mato Grosso do Sul.

O intuito da reunião foi articular ações conjuntas para ampliar a divulgação da atuação do psicólogo no sistema prisional, dentro do âmbito acadêmico. “Esta é uma área pouco explorada nas universidades e nos propomos a auxiliar na realização de seminários, palestras e cursos sobre o tema para acadêmico. Incluindo até a abordagem do tema na grade curricular da psicologia jurídica”, explica Tânia Hardem, coordenadora do NUSP.

Através destas ações conjuntas, o núcleo pretende ampliar o debate no meio acadêmico sobre as dificuldades e desafios que a psicologia enfrenta dentro do sistema prisional, como por exemplo, garantir os direitos das pessoas que estão privadas de liberdade. “Precisamos defender esse espaço conquistado pela psicologia, ameaçada constantemente de ser banida do sistema prisional. Aproximar o acadêmico para que ele possa desenvolver projetos, aprender na prática como trabalhar nessa área”, afirma Tânia.

Algumas universidades já desenvolvem projetos de remição pela leitura no regime fechado, de atendimento às pessoas privadas de liberdade que foram beneficiados com regimes mais brandos, dando a eles suportes, orientação psicológica. Os coordenadores presentes demonstraram interesse em firmar essa parceria, reconheceram a importância dela.

Participaram da reunião: Jucimara Zacarias (coordenadora do Núcleo de Avaliação Psicológica do CRP14/MS e representante da UNIGRAM CAPITAL), Silvia Muraki (representante da UNIGRAM Dourados), Ana Claudia (representante da UFMS Paranaíba), Pablo Cardoso (representante da UFMS Corumbá), Flávia Serolti (representante da UCDB) e André Tokuda (conselheiro do CRP/MS e representante da AEMS).

O Núcleo de Sistema Prisional aproveitou a oportunidade para divulgar a participação no Webnário nacional Psicologia e Execução penal, com dois membros participando de debates e da organização do evento. “A discussão foi vasta e alcançamos nosso objetivo divulgar o papel da psicologia com interface na justiça. Além de contribuir com a divulgação, discussão e orientação sobre a atuação do psicólogo no sistema prisional, ficamos satisfeitos com os coordenadores que se disponibilizaram.