Nota de Repúdio - Conflito de terras no Mato Grosso do Sul | Conselho Regional de Psicologia CRP14/MS
Receba nossas informações
  ENVIAR
HOME > COMUNICAÇÃO > NOTÍCIAS > Nota de Repúdio - Conflito de terras no Mato Grosso do Sul
05/01/2020 | 12h:47

Nota de Repúdio - Conflito de terras no Mato Grosso do Sul

O Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso do Sul (CRP14/MS) vem a público expressar o REPÚDIO contra toda essa onda de ódio, raiva, preconceito que gerou nos últimos dias novos episódios de violência envolvendo comunidades indígenas e trabalhadoras rurais  no Mato Grosso do Sul, nos municípios de Dourados e Rio Brilhante.  

Os conflitos causados por disputas territoriais e a má gestão das áreas protegidas são realidades vívidas com frequência no Brasil.  A face mais cruel dessa conjuntura acaba sendo os atos de violência contra trabalhadores e trabalhadoras rurais e comunidades indígenas, envolvendo chacinas e mortes. Em Dourados, o confronto entre indígenas e agricultores terminou com quatro pessoas feridas a tiros, sendo três indígenas e um segurança dos produtores rurais.

Em pleno 2020 é inadmissível que esta situação, marcada por tamanha brutalidade, esteja acontecendo aqui em nosso Estado e em outras Regiões do Brasil de forma ainda mais grave. 


Existem outras formas de resolver conflitos que não a barbárie a qual repudiamos veementemente a qualquer cidadão Brasileiro!

O CRP14/MS se manifesta publicamente em Defesa dos Direitos Humanos. E por isso conclamamos a sociedade brasileira e internacional para que, juntos aos órgãos competentes, possamos construir uma política que respeite direitos, e que garanta o devido reconhecimento social dos grupos em questão. 

O bem viver é um direito de todos. A barbárie não pode ser tolerada.

Tag3 - Desenvolvimento Digital