You are currently viewing SINPSI/MS e CRP 14/MS se reúnem com vereador para discutir sobre a profissão

SINPSI/MS e CRP 14/MS se reúnem com vereador para discutir sobre a profissão

O Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso do Sul (CRP 14/MS) e o Sindicato dos Psicólogos de Mato Grosso do Sul (SINPSI/MS) se reuniram com o Vereador Alex do PT para tratar do concurso público aberto pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, em 26 de janeiro de 2016, que prevê, segundo Edital Nº02/2016, 10 vagas para psicólogas/os. 

 

Segundo a Presidente do SINPSI/MS, Glace do Carmo, o objetivo do encontro com o vereador era apresentar algumas propostas para revisar as regras estabelecidas no edital que ferem a valorização profissional da categoria, além de discutir a ampliação de vagas para as/os psicólogas/os no concurso público da prefeitura.

 

“Queremos mostrar ao Poder Público, que nós psicólogos estamos bastante preocupados com a forma como a prefeitura tem se posicionado diante de nossa profissão. Nossa carga horária, bem como outros direitos que possuímos não estão sendo respeitados,” comentou Glace.

 

No entendimento do Sindicato e do Conselho, o Edital do concurso apresenta alguns pontos irregulares. Entre eles, destacaram-se o quantitativo de 10 vagas, número que, na avaliação das entidades, não se aproxima da demanda recomendada pelas instituições da área da saúde, o vetos aos Projeto de Lei Municipal Nº 7.717/15 que dispõe sobre a reserva de vagas a serem oferecidas em concursos públicos do município para negras/os e índias/os, e o  Projeto de Lei complementar Nº 488/15 que estabelece a carga horária semanal de 30 horas para as/os profissionais de Psicologia; bem como a ausência de profissionais psicólogas/os para o cargo de Auditora/r de Serviços de Saúde.

 

Depois da reunião, o vereador se prontificou a agendar com o Secretário da Administração de Campo Grande/MS outra reunião para que este assunto seja novamente tratado.

 

A nota sobre a posição do Sindicato e do Conselho sobre o concurso público pode ser lida na íntegra no site do SINPSI. Acesse: www.sinpsims.com.br