You are currently viewing Presidente do CRP 14 desmistifica conceito de “auto-extermínio” em seminário sobre Prevenção ao Suicídio

Presidente do CRP 14 desmistifica conceito de “auto-extermínio” em seminário sobre Prevenção ao Suicídio

O Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso do Sul foi um dos organizadores do IX Seminário de Promoção a Vida e Prevenção ao Suicídio, realizado nos dias 20 e 21 de outubro, assinado pelo Hospital Universitário (UFMS), na pessoa do Capelão e professor Edilson dos Reis.

A mesa de autoridades foi composta pela médica Maria José Maldonado, gerente do Hospital Regional, o médico Marcelino Ibrahim, representando o Hospital Universitário (HU/UFMS), o capelão Edilson dos Reis, a psicóloga Irma Macário, presidente do CRP 14/MS, a enfermeira Cacilda Rocha (HU/UFMS), professor Emerson de Brito, diretor do projeto Labirinto e vereador Betinho.

Para contribuir com a programação científica, o CRP 14/MS, trouxe como palestrante, o psicólogo Nilson Berenchtein Netto, Doutor em Educação e mestre em Psicologia. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social, Psicologia Escolar e Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia Histórico-Cultural, desenvolvimento humano, Psicologia Social, infância e adolescência, Saúde do Trabalhador, violência e suicídio. 

A preocupação com os inúmeros de casos de suicídios no Estado e também tentativas de suicídio ocorridos nos últimos anos, levou o CRP 14/MS a co-realizar o evento. O tema já vem sendo tratado pelo Conselho por meio de Reuniões Ampliadas, através da Comissão de Saúde do Conselho Regional com representantes dos vários setores envolvidos na prevenção e no tratamento dessas pessoas.

 

“Para nós o suicídio é uma questão de saúde publica, pois mais de  um milhão de pessoas tiram a própria vida todos os anos no mundo. Trata-se de um problema social de grande relevância para a saúde publica, e que pode ser evitado, daí a importância de trazer a discussão para esse momento, pois somente ações conjuntas de toda a sociedade podem trazer resultados efetivos sobre esse grave problema. Alguns fatores têm contribuído para a ocorrência do suicídio, tornando mais vulneráveis os jovens, idosos e populações indígenas que se encontram socialmente em situações precárias.  Mato Grosso do Sul encontra-se na estatística como um dos estados que apresenta o maior numero de tentativas e de suicídios”, afirmou Irma Macário.

 

Em sua fala, a presidente do Conselho destacou também que o Brasil e um dos países que apresenta indicadores alarmantes, em razão das desigualdades sociais, como baixa renda, desemprego, restrito acesso a educação, saúde e lazer, fatores que contribuem para esses dados.

Equipar os vários dispositivos para impedir o suicídio, capacitar os profissionais e oferecer assistência a saúde em geral, e assistência especializada em saúde mental, e um dos nossos grandes desafios.

O que temos presenciado e que muitas vezes esses serviços são escassos e, quando existem, são de difícil acesso e contam com poucos recursos econômicos.

Oferecer atenção apropriada é determinante para a saúde e bem estar da população, bem como disponibilizar acesso a profissionais capacitados que possam identificar os sintomas e intervir no processo antecipadamente.

Somente a prevenção de forma global pode ajudar para que essa estatística seja modificada, já que os fatores que levam a comportamentos suicidas são complexos e exigem ações efetivas.

A ausência de dados também e um dos impeditivos de ações mais efetivas, pois nem sempre os órgãos responsáveis pelas políticas, detém as informações que demonstram o tamanho do problema.

Fazer um planejamento eficaz que tratam as causas iniciais que leva uma pessoa a se matar, assim como, a implantação de ações adequadas ao nosso cenário e a saúde, e o desafio a que nos propomos, no sentido de oferecer  informações de prevenção. 

Ao ouvir especialistas no tema, discutir os limites e possibilidades, trocar experiências, aprofundar as questões  que envolvem as formas de assistência aos envolvidos com o suicídio, esse deve ser o nosso objetivo, balizados pela técnica, pela ética e com compromisso com a sociedade.

 

CONFIRA O VÍDEO DO EVENTO NO LINK, E TAMBÉM NA ÁREA GALERIA DO SITE:

https://www.youtube.com/watch?v=5iHUfYYViyE

CONFIRA COMO FOI A PROGRAMAÇÃO DO EVENTO: