You are currently viewing Câmara dos Deputados recebe instalação visual com história dos 60 anos da Psicologia no Brasil

Câmara dos Deputados recebe instalação visual com história dos 60 anos da Psicologia no Brasil

Abertura aconteceu nesta terça-feira (10) e integra agenda de atividades comemorativas que o CFP promove ao longo da semana

O ano de 2022 marca as seis décadas de regulamentação da Psicologia no Brasil. Em celebração a essa trajetória, a Câmara dos Deputados recebe a partir desta terça-feira (10) uma instalação visual que retrata a trajetória desta ciência e profissão em seu fazer científico, ético e político.

Aproximadamente 100 imagens, entre arquivos do Conselho Federal de Psicologia e de lutas históricas da profissão, compõem o painel “60 Anos da Psicologia no Brasil: uma história para construir o futuro”. A instalação pode ser visitada até o próximo dia 13 no Espaço Mário Covas, no Anexo II da Câmara dos Deputados.

“A instalação conta um pouco da trajetória da Psicologia como ciência e profissão. Uma trajetória feita também aqui no Parlamento, ao longo de 60 anos de muitas transformações”, destacou a presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Ana Sandra Fernandes.

Para a presidente do CFP é simbólico que a instalação visual esteja ao lado de onde funcionam as Comissões da Câmara dos Deputados, local onde são debatidas tantas proposições de interesse da Psicologia.

“Esta casa é palco de muitos embates políticos e históricos. E também da concretização de grandes conquistas para o nosso povo e para a nossa categoria profissional. Algumas com legislações já aprovadas, como a Lei 13.935, de 2019, que incluiu a Psicologia e o serviço social nas redes públicas de educação básica”.

Parlamento

A abertura da instalação contou com a presença de diversos parlamentares. A deputada Erika Kokay (PT/DF) ressaltou a participação ativa da Psicologia nos grandes debates e desafios colocados à sociedade. “Ao longo desses 60 anos, a Psicologia e o Conselho Federal estiveram em todas as grandes discussões da agenda pública de direitos. Todas as vezes em que avanços sociais foram colocados em riscos, a Psicologia se fez presente”.

O deputado Alexandre Padilha (PT), que foi também ministro da Saúde, agradeceu o trabalho da Psicologia brasileira naquilo que, segundo ele, é a principal reforma que o Sistema Único de Saúde (SUS) construiu. “A principal quebra de paradigmas que o SUS fez ao longo da sua história foi a reforma psiquiátrica, foi a luta antimanicomial. Essa reforma não seria possível sem a atuação firme do Conselho Federal de Psicologia e dos Conselhos Regionais de Psicologia”, pontuou.

Também presente à cerimônia, a deputada Rejane Dias (PT/PI) evidenciou a mobilização da categoria na defesa da inclusão na Lei do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “Com muita alegria pude participar ativamente na defesa da inclusão de psicólogos e assistentes sociais no Fundeb. É extremamente relevante a presença desses profissionais no ambiente escolar”, reforçou Rejane.

Já a deputada Maria do Rosário (PT/RS), ressaltou o momento que o país vive de ataques à ciência e tentativas de desregulamentar e precarizar as profissões. “Nós estamos aqui para fazer a saudação às psicólogas e psicólogos do Brasil, renovando a nossa confiança numa Psicologia realizada a partir da formação específica, que é o que define a existência de uma profissão regulamentada, como é a Psicologia”.

O fazer social da profissão foi destacado pela deputada Lídice da Mata (PT/BA), ao lembrar que o Brasil é um país onde o sofrimento psíquico é desenvolvido todos os dias por uma sociedade profundamente injusta e desigual “O que faz com que nós tenhamos a necessidade de ter profissionais de Psicologia em todas as áreas”.

60 anos da Psicologia – programação

Os 60 anos de regulamentação da Psicologia no Brasil serão homenageados pela Câmara dos Deputados em sessão solene, na sexta-feira, 13 de maio, às 10h. A atividade será realizada no Plenário Ulysses Guimarães para celebrar as contribuições da Psicologia à sociedade brasileira nesse período.

Ao longo desta semana o CFP também está promovendo uma agenda de lives sobre temas essenciais da Psicologia no Brasil. Os encontros trazem como temas o enfrentamento ao racismo; Psicologia, gênero, raça e interseccionalidade; violência no trânsito; o luto de crianças e adolescentes durante a pandemia da Covid-19; a luta anticapacitista; o teletrabalho no contexto da atual crise sanitária; e o esporte e o lazer como ferramentas para o desenvolvimento pessoal e social (discussão também relacionada à pandemia).

Serviço

Instalação visual “60 Anos da Psicologia no Brasil: uma história para construir o futuro”

Data: de 10 a 13 de maio
Horário: Abertura 14h, 10 de maio
Local: Espaço Mário Covas, Anexo II, Câmara dos Deputados, Brasília (DF).

Sessão solene “60 anos de regulamentação da Psicologia no Brasil

Data: 13 de maio
Horário: 10h
Local: Plenário Ulysses Guimarães, Câmara dos Deputados, Brasília (DF).